terça-feira, outubro 31, 2006

As oligarquias perdem força

A análise é do cientista político João Emanuel Evangelista, professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que falou com exclusividade para o Blog RADAR POTIGUAR, estendendo seus comentários acerca da atuação da governadora, enquanto liderança em ascensão e, de outro lado, a decadência que ele verifica, ao longo do tempo, das forças tradicionais.
Sobre a atuação do senador Garibaldi Alves Filho nos dois turnos dessa eleição, João Emanuel Evangelista, que é coordenador do Programa de Pós-Graduação na UFRN, vê um erro estratégico cometido pelo ex-governador, que comandou a economia do Estado em dois mandatos, como figura de proa da oligarquia Alves, cujo desempenho deixou evidenciar a decadência do mandonismo oligárquico no estado potiguar.

Um comentário:

tertu disse...

apenas mudou a oligarquia. como diz waldir leite: só muda a quadrilha!
aí do povo...
abs.tertu